sábado, 21 de março de 2015

Exercícios: pronomes

1) O trecho a seguir foi extraído de um artigo de revista.
      Algumas árvores, como a do pequi, típica do Cerrado, atraem as formigas por conta do néctar das flores. Ali eles exercem o papel de defensores, ao atacar outros insetos nada benéficos, como as lagartas.
         JUSTIÇA às formigas. Globo Rural, n 288, out. 2009, p. 16.

Considerando o sentido geral do trecho, é correto afirmar, relativamente ao elemento textual destacado, que:
    a) O pronome estabelece uma relação de coesão por catáfora, uma vez que tem como referente um nome posterior: “defensores”.
    b) Estabelece uma relação de coesão catafórica, pois tem como referente um nome posterior: “insetos”.
    c) Deveria ser empregado na forma “elas”, já que se refere ao nome anterior “flores”, estabelecendo com essa palavra uma relação de coesão por anáfora.
    d) Funciona como um anafórico, pois se refere ao termo anterior “formigas” e, no caso, pode ser empregado no masculino, pois “formigas” é hipônimo da palavra masculina “insetos”.
    e) Na redação do texto, houve um pequeno descuido, pois o pronome estabelece coesão anafórica com “formigas”, o que exigiria a forma feminina “elas”.

2) Nos enunciados a seguir ocorrem empregos de formas pronominais característicos da variedade popular do idioma. Reescreva esses enunciados adequando-os à variedade padrão.

    a) A Carol disse para mim ficar estudando em casa de manhã e ir encontrar ela no colégio só depois do almoço.

    b) Puxa! Rafael! Estou muito decepcionada consigo; você não tem razão de acusar eu de ser o responsável pelo problema que tanto te aflige.

    c) Nós temos que se conscientizar de que os problemas ambientais estão aumentando e precisamos resolver eles com inteligência.

    d) Todos os atritos que aconteceram entre você e u já fazem parte do passado. A partir de agora, espero que meu relacionamento profissional contigo seja baseado na lealdade e na colaboração.
3) Suponha que uma pessoa diga a outra o seguinte:

    Fernanda, você está sendo injusta com o Júlio! Lembre-se de que, em nossa última reunião, ele ficou indignado quando seu irmão lhe disse que não estava preocupado com as dívidas da loja.

    a) Classifique os pronomes destacados.


    b) Dois desses pronomes geram, nesse contexto, problemas de sentido. Identifique-os e explique, em cada caso, qual é o problema.


    c) Se, empregando a variedade padrão, o falantes se dirigisse a Fernanda tratando-a na segunda pessoa do singular, os problemas referido em b continuariam existindo? Por quê?

4) (FGV-SP) Observe: “O diretor perguntou: - Onde estão os estagiários: Mandaram-nos sair? Estão no andar de cima?” O pronome destacado pertence:

a) à terceira pessoa do plural
b) à segunda pessoa do singular
c) à terceira pessoa do singular
d) à primeira pessoa do plural
e) à segunda pessoa do plural

5)  (FUVEST-SP) “Era para _____ falar _____ ontem, mas não _______ encontrei em parte alguma.”
a) mim, consigo, o d) mim, contigo, te
b) eu, com ele, lhe e) eu, com ele, o
c) mim, consigo, lhe
6) Complete com “eu” ou “mim”. Depois assinale a alternativa que preenche corretamente os espaços.
      - Eles chegaram antes de ____ .
      - Há algum trabalho para _____ fazer?
      - Há algum trabalho para ____ ?
      - Ele pediu para _____ elaborar alguns exercícios;
      - Para _____, viajar de trem é uma aventura deliciosa.

      a) mim – mim – mim – mim – mim;
      b) mim – eu – eu – eu – mim;
      c) eu – eu – mim –mim – eu;
      d) eu – mim –eu – mim – eu;
      e) mim – eu – mim – eu – mim. 

7) Assinale a alternativa em que o pronome grifado foi empregado corretamente:
    a) Aguarde um instante. Quero falar consigo.
    b) É lamentável, mas isso sempre ocorre com nós dois;
    c) O processo está aí para mim examinar.
    d) Vossa Senhoria preocupa-se com problemas cuja solução foge a vossa alçada;
    e) Já se tornou impossível haver novos entendimentos entre eu e você.

8) Vossa Excelência _____ arrependerá de ter traído ______ povo!
    a) vos – vosso; d) se - seu
    b) se – vosso; e) te - teu
    c) vos – seu;

9) Complete as lacunas com o pronome adequado:
    1) “_____ documento que tens à mão é importante, Pedrinho?
    2) “A estrada do mar, larga e oscilante _______ sim, o tentava.”
    3) “Na traseira do caminhão lia-se ________ frase: Tristeza não paga dívida”.
    4) “Cuidado, mergulhador, ________ animais são venenosos: a arraia miúda, o peixe-escorpião, a medusa, o mangangá.”

    a) Esse – essa – esta – estes
    b) este – esta – esta – estes
    c) este – esta – essa – esses
    d) esse – essa – essa – esses
    e) este – esta – essa – estes

10) Dadas as sentenças:
        1) Ela comprou um livro para mim ler.
        2) Nada há entre mim e ti.
        3) Avilmar, gostaria de falar consigo.

Verificamos que está (estão) correta (s):
    a) apenas a sentença nº 1;
    b) apenas a sentença nº 2;
    c) apenas a sentença nº 3;
    d) apenas a sentença nº 1 e nº 2;
    e) todas as sentenças

11) Indique a alternativa em que o pronome oblíquo é reflexivo: 
    a) todos me ajudaram muito;
    b) eu me machuquei com a faca;
    c) assim tu o prejudicas;
    d) eu te direi toda a verdade;
    e) eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também.

12) Assinale a opção em que pouco é pronome adjetivo indefinido:
    a) Carrego comigo o pouco que possuo.
    b) Pouco trabalhas e muito comes.
    c) Apesar do esforço despendido pouco pude fazer por ti.
    d) Muito riso é sinal de pouco siso.
    e) Quem fala pouco erra menos.

13) Partindo-se do pressuposto de que o pronome relativo deve ser antecedido de preposição quando o verbo da 2ª oração a exige, analise o exemplo em evidência e em seguida responda ao que se pede:

O conselho é necessário. Preciso do conselho.

Unindo-as, obteríamos:
O conselho de que preciso é necessário.  

Com base no mesmo, una as orações a seguir utilizando-se dos pronomes relativos que, quem, o qual, a qual ou onde:

a – Moro em uma capital. A capital é linda.
b - Bebi o café. Eu mesma preparei o café. 


2 comentários: